quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Sem... Nome



Sou.



Um tempo parado

nas trevas do teu

pensamento.



Sou.



Alma navegante

no lamaçal

dos teu vícios.



Sou.



Dor rasgada de uma

lágrima que reclama

o último beijo.



Sou.



Teu imaginário

de uma história

negra por acabar.



Defunto... Sou







José



Foto do site olhares.com