quinta-feira, 14 de junho de 2012

Marcas.... Profundas

Vou chamar te noite !

Gosto de sentir na ponta dos meus dedos

O macio e húmido do teu jardim.

Deslizo !

Flutuo !

No cativeiro dos teus braços 

Poiso meu pensamento nos teus seios.

No primeiro sinal do sol.

Chamo te Noite !



José


( foto tirada de um site )

2 comentários:

Veronica Vidal disse...

Simples, doce, terno e quente. Valsar com as palavras é para poucos. Delicioso!

Humbertina disse...

Uma dor sufocada, garganta apertada, angustia amordaçada.. O silêncio esconde a dor..prisioneira de sentimentos...marcas profundas!