segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Dois... Dedos... Conversa

Caí como uma árvore quando abatida, pessoas aos gritos quando eu só queria silêncio.
Soltei-me daquele corpo, sentei-me na berma do passeio para assistir ao fim do espectáculo da vida.
Ele sentou-se ao meu lado sorriu, todo vestido de negro, acendeu um cigarro negro soltou no ar um fumo também negro, não senti medo sabia muito bem quem era.
-Chegou a minha hora ? Perguntei sem desviar o meu olhar sobre aquele corpo inerte.
Ele sorriu novamente, olhou para aqueles rostos de pânico e disse.
-Pobres de espirito sempre a mesma pergunta.
É favor sair da frente eu sou médica.
Desapertou-me a gravata e também a camisa, colocou dois dedos no pescoço daquele corpo que eu já sentia que não era meu, começou uma dura luta com respiração boca a boca e suas mãos no meu peito.
Estava a gostar de ver todos os seus movimentos, sua boca encaixa na perfeição na minha, seus cabelos negros soltos pareciam soltar raios de vida sobre mim.
Estremeci ! Olhei para ele, concentrado na luta que a médica travava com o meu corpo, acenou a cabeça num sinal afirmativo que eu não entendi.
- A tua hora ainda não chegou, vais voltar porque nasceu aqui uma nova oportunidade para vida miserável que sempre levaste.
-Não entendo o que quer dizer !
-Ela precisa de ti e eu posso esperar mais uns longos anos mas sabes que ficamos com encontro marcado, agora vai e vive esta paixão até ao limite porque garanto que é a última.
Abri os olhos, seus olhos cor de mel deram-me as boas vindas, seu sorriso fechou a porta da minha escuridão, pelo seu nariz de Cleópatra senti o sopro de uma nova vida, lábios seus lábios esses eu ainda sentia nos meus.

-Doutora quer jantar comigo ?...





José


( foto de Rod* Rodrigo silva )

14 comentários:

Brain disse...

José:

Muito, mas MUITO bom MESMO!

Fantástico!

Abraço.

NARNIA disse...

José :))

Um Post muito criativo.

GOSTEI!!!

Beijinho em ti

Som do Silêncio disse...

Ahhhh pois é!
Já vi muitos romances terem início em respirações boca a boca...
:)

Beijo Silencioso simpático Poeta que de Falso nada tens...

Maria-treva-flor disse...

Excelente encontro imediato com "Mr. black tie"

" A cumprida, vagarosa língua da morte
lambeu a mão daquele que escreve,
lucidez ou loucira, ningúém sabe:
só restam palavras, palavras roídas."

NARNIA disse...

Amei a tua visita... tinha saudades : ))

[[cleo]] disse...

Sem palavras...

Este texto está espectacular!

A morte pode esperar...
A cleo(cleópatra) tem esse dom... de fazer esperar a morte!
;)

Parabéns
e
Obrigada

Beijo

Afrika disse...

Bem, mas que excelente historia... adorei! Parabéns...

Um beijo

Azul disse...

É...

Muitos de nós temos uma segunda oportunidade de viver e, alguns de nós nem nos damos conta.

Excelente!

Beijinho "Falso Poeta"...
Azul

♥≈Nღdir≈♥ disse...

Continuo em recuperação da cirurgia que sofri, mas mais calma agora que regressei a casa após ter estado 2 semanas ausente.
Ainda me encontro um pouco atordoada, mas aos poucos vou regressando, hoje ao retornar ainda me fogem as palavras… por isso desejo apenas um bom fim de semana
••. ¸.♥ Beijos ♥ ¸.• ♥≈Nღdir≈♥

Sha disse...

A morte é o derradeiro e inevitável encontro para cada um de nós.

Até lá... há que promover aqueles momentos especiais da vida e aceitar todos os convites para jantar!

;)

Bjoca
Sha

♥≈Nღdir≈♥ disse...

Renascer... para a vida e para o amor...
Bonito conto.
Bjx

Helena Nunes disse...

Após breve período de ausência eis que volto. Valeu a pena o regresso. Parabéns José, está profundo, envolvente. Lindo
Bjos

mariazinha disse...

muito bom!
e ela aceitou, claro!
:P
beijinhos

♥≈Nღdir≈♥ disse...

Venho convidar-te a brindar comigo amanhã 18/10... É dia de festa lá no meu cantinho...

., . - . - , _ , .
.) ` - . .> ' `(
/ . . . .`\ . . \
|. . . . . |. . .|
. \ . . . ./ . ./
.. `=(\ /.=`
.... `-;`.-'
......`)( ... ,
....... || _.-'|
........|| \_,/
........|| .*´¨)
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *
*´¨) мιℓ вєιנoѕ♥*♥
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` **♥*♥