segunda-feira, 30 de abril de 2007

Divinal..

Um acto de pureza extrema...


Instinto único de sobrevivência...


Momentos perduráveis na tua existência




Jose

( foto de Paula Oliveira )

16 comentários:

água disse...

É o melhor momento que a Natureza proporciona,o silêncio,a troca de olhares,a intimidade...
como tu mesmo referes "Divinal"...

Menina do Rio disse...

Mãe,
amor sem limites
coração que doa
Infinitamente
amor...

beijinhos

CM disse...

È amor tranquilo...

Simplesmente ternurento,
beijo com essência suave!

impulsos disse...

Um gesto simples e que dá vida á própria vida.
Um momento único na vida de uma mãe e de um filho!

Beijo num impulso

B. disse...

Amor Incondicional!


um beijo

Azul disse...

Olá José!

É... é mesmo divinal. São momentos únicos... inesqueciveis...

Meu beijo
Azul

Brain disse...

Amigo José,

Esta foto, representa um dos motivos, pelos quais, eu invejo as mulheres.

Sem mais palavras,

Um abraço.

M@ri@ disse...

Ola meu Amigo
É verdade já vai muito tempo.
Mas eu tambem estive afastada de tudo isto.
Olha os melhores momentos que temos de amor entre os nossos filhos...
beijo doce

NARNIA disse...

Ternurento!!!
Há uma simbiose perfeita nesse gesto, um momento perfeito.

Beijinho

Entre linhas... disse...

É a tranquilidade no seu absoluto.
Bjs Zita

Avelã disse...

a minha mãe diz muitas vezes que os momentos mais especiais para ela, eram os momentos em que amamentava, sente-se um amor imenso pelo bebe e uma tranquilidade enorme.

Broken disse...

José,

A imagem dispensa qualquer tipo de comentário, no entanto, por experiência vivida já por duas vezes, não resisto em dizer-te que é um momento sem igual, único na sua plenitude.

Bjinho

...

A "tua" miúda

alfabeta disse...

Não existe imagem mais bela que esta, o verdadeiro amor incondicional.

Som do Silêncio disse...

Olá Poeta!

Esse é sem dúvida o "momento único".
Não existem palavras para descrever...

Beijo Silencioso

Som Do Silêncio disse...

Nada iguala o amor de uma mãe...
Beijokas

. R disse...

Há amor de certezas
Que não trará dor
Amor que afinal
É amor,
Sem amor.